“Esperemos que a nova norma da DGS ponha fim à discriminação nas dádivas de sangue e que o país reconheça na diversidade sexual um valor”

A Opus Diversidades, organização na luta pela defesa dos direitos humanos de pessoas LGBTQI+, lançou um apelo a todos aqueles que na passada sexta-feira, dia 19 de Março, estivessem dispostos a doar sangue junto do Instituto Português do Sangue e da Transplantação em Lisboa. Na mesma tarde, a Direcção-Geral da Saúde divulga a actualização da norma de 2016, com os critérios de elegibilidade dos candidatos à dádiva de sangue, reconhecendo a obrigatoriedade de que ninguém seja discriminado com base na orientação sexual.

Episódio realizado com a supervisão de Ruben Martins.

Subscreva o P24 e receba primeiro cada episódio. Para ter o PÚBLICO nos seus ouvidos logo de manhã clique aqui se estiver num iPhonese preferir o Spotify pode clicar aqui, estamos também no SoundCloud e nas aplicações para podcasts.