Ministra da Justiça em entrevista: “Até a minha licenciatura foi questionada”

“Do ponto de vista da imagem de Portugal, não foi bom”, reconhece Francisca van Dunem sobre a polémica com o procurador europeu, que a fez descer na popularidade.

Foto
Nuno Ferreira Santos

Que imagem acha que ficou do país a propósito do caso do procurador europeu?
Foi um debate marcado por um grande radicalismo. Como se naquele momento se tivessem aberto os diques todos. Chegou a envolver até o questionamento da minha licenciatura. E tive de fazer a prova em contrário. Não foi uma coisa restrita à procuradoria europeia. Também tinha a ver com uma contestação especifica à ministra da Justiça. Não quero voltar a esse tema. Mas insisto que a decisão que o Governo tomou, indicando o nome de José Guerra, acompanha a do Conselho Superior do Ministério Público.