Jornalistas de Macau denunciam pressões sobre as redacções

Não são só as novas directrizes TDM, que aconselham a não difundir informação contrária às políticas da República Popular da China. Ao PÚBLICO, vários jornalistas a trabalhar na região denunciam que nos últimos meses a pressão tem aumentado.

Foto
Daniel Rocha

Catarina Domingues, jornalista no território e antiga profissional da estação pública do território, a Teledifusão de Macau (TDM), diz-se preocupada com a imposição de “mordaças” aos jornalistas e ressalva que esta era uma eventualidade que os jornalistas de Macau já esperavam, “principalmente desde os últimos acontecimentos em Hong Kong”. Na região vizinha de Macau, recorde-se, começaram em 2019 protestos pró-democracia, que culminaram com a imposição, no ano seguinte, de uma lei de segurança nacional. Nesta altura, tanto Macau como Hong Kong querem reforçar o “amor à pátria” da sua população.