O Algarve fica-te bem: vídeo do turismo algarvio vence prémio mundial

Filme com Raquel e Miguel, casal com mais de um milhão de seguidores como @explorerssaurus_ no Instagram, é o “melhor filme de um destino turístico regional” na maior feira de turismo do mundo, a ITB Berlim. Também o Costa do Vizir, em Porto Covo, recebeu ouro. Mas ainda há prata para Alentejo e Ribatejo, Rota Vicentina, Centro, Porto e Norte.

Foto
Raquel e Miguel têm mais de um milhão de seguidores no Instagram Turismo do Algarve

“Foi uma pausa. E outra mudança na maré.” Assim começa o vídeo, lançado em 2020, destinado a inspirar gente por todo o país e pelo mundo a regressar ao Algarve no Verão. O filme “motivacional”, como se lhe refere o Turismo do Algarve, é “protagonizado por um dos casais de influencers de viagens de maior sucesso internacional da actualidade, Raquel e Miguel”, dois portugueses “apaixonados por viagens”. O casal trouxe um tom de romance ao vídeo, que acaba de ser distinguido no festival The Golden City Gate, inserido na feira ITB Berlim, com a Estrela de Ouro na categoria Regiões.

“Como nos fica bem este Algarve”, ouve-se a rematar o vídeo que vive da recriação da história de amor de Raquel e Miguel, que por sinal se conheceram no Algarve e, reza a história, foi “amor à primeira vista”. Muitas viagens depois, o casal dá pelo nome de @explorerssaurus_ no Instagram e, à última contagem, tem mais de 1,1 milhões de seguidores naquela rede social. Praias, quedas de água, Ferragudo, o rio Arade, a ria Formosa estão entre as outras estrelas da produção assinada pela algarvia New Light Pictures.

O facto de o prémio vir da Alemanha é a cereja no topo do bolo, já que o país é um dos “mais importantes mercados emissores de turistas para o Algarve”, assinala a entidade turística, com quase “dois milhões de dormidas na hotelaria da região no período pré-pandemia”. “Muito em breve tornaremos a poder descobrir como nos fica bem este Algarve”, remata o presidente do Turismo algarvio, João Fernandes. 

O ouro sorriu também a Porto Covo, na categoria de hotéis, graças ao Costa do Vizir Beach Village. “Com este feito conseguimos atrair mais atenções e olhares para Porto Covo e a Rota Vicentina que, certamente, trarão boas notícias para todos nós”, congratulam-se os responsáveis do hotel da costa alentejana a propósito do seu vídeo, “feito em tempo de pandemia”.

Ainda a sul, a Rota Vicentina voltou a receber mais uma distinção para MTB Stories, uma campanha que divulga os “mais de 1000km de trilhos de BTT” na região abrangida. A rede tem 38 percursos de BTT e é por estes espaços que se contam “histórias de pessoas que há muito desbravam estes lugares escondidos entre a serra e mar”.

Mas há mais vídeos promocionais de Portugal a conquistarem o palco na ITB: do Alentejo ao Centro, da Rota Vicentina ao Porto e Norte.

Dois filmes promocionais do Turismo Centro de Portugal foram também distinguidos: Life is Now - A Vida é Agora e No Pain No Gain - Aqui Trabalha-se, O Resto é Paisagem. Para estas duas produções, duas Estrelas de Prata na categoria Destinos Turísticos - Região. O primeiro é um “sinal de esperança" em período de pandemia. É do ano passado, mas, como se está mesmo a ver, continua actual. “Um grande estímulo para continuarmos a apostar na divulgação internacional” do território, diz Pedro Machado, presidente do Turismo Centro.

Também a norte, o vídeo Feel the Call ganhou Prata na categoria regional dos Destinos Turísticos. Trata-se da adaptação ao mercado internacional (com foco no anglo-saxónico) da campanha O Norte é lá em cima, que “incide na diversidade de experiências que podem ser vivenciadas nos quatro subdestinos” (Porto, Douro, Minho e Trás-os-Montes). Mais curto ou mais longo, o vídeo tem por pilar a narrativa (storytelling), “a par de uma aposta no digital com micro-segmentação configurada pelas características do próprio destino e research próprio”.

Para o Turismo do Alentejo e Ribatejo, chegaram também dois prémios especiais, graças aos filmes Alentejo - Caiado de Fresco e Caminhos de Santiago Alentejo e Ribatejo: o filme pintado a cal ficou em segundo lugar nos Destinos Turísticos - Região, o filme das caminhadas na mesma posição mas na categoria de Ecoturismo. Para o Turismo alentejano/ribatejano, são dois bons sinais: as distinções “relevam que o território tem conseguido ser disruptivo na forma como promove a sua oferta”, diz o presidente daquele organismo, Vítor Fernandez da Silva.

Ao festival da feira de Berlim concorreram 122 filmes de 23 países.