Bruxelas quer barragens, estradas e pontes fora do PRR

Comissão levantou dúvidas relativamente a vários investimentos inscritos na proposta portuguesa, num total de 944 milhões de euros. Governo pretende mantê-los na proposta final que vai entregar apenas no final do mês.

Foto
Reuters/POOL

Ao contrário do calendário inicial anunciado para apresentação do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) - até ao final da próxima semana em Bruxelas -, Portugal só deve entregar a sua versão definitiva no início de Abril. Para além do exercício de acomodar ou não os contributos que surgiram durante a discussão pública do PRR, o Governo terá também de ultrapassar duas questões concretas de investimentos que propõe no seu plano e sobre os quais a Comissão Europeia tem dúvidas.