Tottenham vence derby e ameaça Liverpool

Equipa de Mourinho bateu o Fulham e beneficiou da quinta derrota caseira dos campeões, frente ao Chelsea. Inter de Milão venceu em Parma e aumentou para seis pontos a vantagem sobre o rival AC Milan.

Foto
José Mourinho somou nova vitória e pode superar o Liverpool LUSA/Clive Rose / POOL

O Tottenham venceu esta quinta-feira, por 0-1, na deslocação a Craven Cottage, casa dos também londrinos do Fulham, onde a equipa de José Mourinho assegurou a segunda vitória consecutiva na Liga inglesa, Os “spurs” podem, inclusive, reclamar o sétimo lugar do campeão Liverpool, que voltou a perder em casa frente ao Chelsea, e tem mais um jogo e apenas um ponto de vantagem.

Em queda livre, o Liverpool arrisca cair mais um lugar na classificação na sequência da derrota na recepção aos “blues”. Os campeões sofreram o quinto desaire em Anfield, apesar de Jürgen Klopp ter voltado a dispor de Diogo Jota, de regresso à competição após três meses de “baixa”.

Os londrinos marcaram através de Mason Mount (42’) e assumiram o quarto lugar, com 47 pontos, temporariamente ocupado pelo Everton, que também vencera o West Bromwich, por 1-0, com um golo de Richarlison (9’), e soma 46 pontos, tendo ainda um jogo a menos.

Quanto ao Liverpool, é sétimo, com 43 pontos, apenas mais um do que o Tottenham, que tem ainda uma partida em atraso. 

Disparado na liderança da Liga italiana, o Inter foi a Parma vencer a equipa de Bruno Alves por 1-2, em partida da 25.ª jornada, aumentando para seis pontos a vantagem sobre o rival AC Milan.

O Inter chegou aos 0-2 com um “bis” do chileno Aléxis Sánchez (54 e 62’), “servido” pelo internacional belga Lukaku. Com o central português no banco, o Parma reduziu através do brasileiro Hernâni (71’).

O AC Milan cedera um empate na véspera frente à Udinese (1-1), somando 53 pontos, mais quatro do que a Juventus, que tem um jogo em atraso, e Atalanta.

Em Espanha, o Athletic Bilbau – detentor da Supertaça – garantiu a segunda final consecutiva da Taça do Rei, batendo o Levante, por 1-2, com um golo de Alex Berenguer aos 112’ minutos do prolongamento, depois de mova igualdade a 1-1 na segunda mão. Os bascos terão em Abril duas finais para disputar, a da temporada anterior (adiada devido à covid-19), no dia 3, frente à Real Sociedad, e a deste ano, duas semanas depois, ante o Barcelona.

O Levante de Rúben Vezo esteve em vantagem, com um golo de Roger Martí (17’), mas o Athletic empatou de penálti aos 30’, por Raúl García.