Nasceu a Mensagem de Lisboa, um jornal local que se quer da comunidade

Novo projecto de jornalismo local sobre a capital tem na sua direcção os jornalistas Catarina Carvalho e Ferreira Fernandes. “Aqui nunca haverá uma história pequena de mais, porque com essas é que se tecem as malhas de uma cidade.”

Foto
Novo jornal online tem a sua sede no café A Brasileira do Chiado Daniel Rocha

A Mensagem de Lisboa chegou na segunda-feira e é o novo jornal local sobre a capital, que nasce com um propósito: “Homenagear a cidade única que é Lisboa.”

O novo jornal online foi fundado por Catarina Carvalho e Ferreira Fernandes, antigos membros da direcção do Diário de Notícias, para colmatar uma falha que os fundadores dizem existir na cobertura dos assuntos mais locais: “O jornalismo local atravessa uma fase estranha em todo o mundo. É dos mais ameaçados pelas plataformas e redes sociais, pela perda de publicidade, mas é o que o tem levado a um renascimento, sobretudo nos Estados Unidos e no Norte da Europa.”

Por isso, este será um projecto feito “para, e com, os lisboetas” — aqui se incluem “os que se interessam pela cidade, ou a têm no coração” —, assumindo assim a missão de apostar no jornalismo comunitário.

O projecto, conta Catarina Carvalho no texto de apresentação, começou a ser desenhado na Primavera de 2020, já a pandemia assolava o país. Vai buscar o nome à obra Mensagem de Fernando Pessoa, que tem também outra importância para o jornal: a sua sede é no café A Brasileira do Chiado, que tem precisamente Pessoa à sua porta. 

Este novo jornal online é financiado pelo grupo empresarial O Valor do Tempo, que gere A Brasileira e que tem na capital, por exemplo, as lojas das conservas Comur (na qual se inserem as submarcas O Mundo Fantástico da Sardinha Portuguesa e a Fábrica das Enguias) e a Casa Portuguesa do Pastel de Bacalhau, onde são servidos estes pastéis recheados com queijo da Serra. São também sócios fundadores João Marecos e Tiago Quaresma.

Além disso, o projecto arranca com apoio de uma bolsa de marketing digital do Facebook Journalism Project e com outras parcerias, como o projecto Newspack da Google, a Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) da Universidade Nova de Lisboa, a Lisbon School of Design e a Nova IMS. 

Na fundação estão seis jornalistas, mas o projecto contará com várias colaborações de outros profissionais da área, historiadores e escritores. Também Nuno Saraiva, “o ilustrador-mor da cidade”, colabora com o jornal. 

O envolvimento da comunidade será, assim, uma das grandes marcas deste projecto, estando para isso em permanente contacto com a Associação Vizinhos em Lisboa, que agrega as páginas de moradores dos vários bairros lisboetas. 

“O nosso ponto de vista é sempre o mesmo: o da gente que faz a cidade”, prossegue a jornalista no texto de apresentação. “Aqui nunca haverá uma história pequena de mais, porque com essas é que se tecem as malhas de uma cidade.”