Vinte anos depois, Pau Gasol regressa ao Barcelona

O basquetebolista espanhol está de volta ao clube catalão depois de duas décadas de sucesso na NBA.

Foto
Pau Gasol foi bicampeão da NBA com os Lakers REUTERS/Mike Stone

Enquanto o Barcelona lida com a possível saída do símbolo máximo da sua equipa de futebol (Leo Messi), o basquetebol do gigante catalão recebe de braços abertos uma das suas maiores figuras. Vinte anos depois de ter saído para a Liga Norte-Americana de Basquetebol (NBA), Pau Gasol está de regresso aos “blaugrana”, o clube da sua cidade e no qual começou a jogar, com apenas 16 anos.

A contratação já era esperada e foi anunciada em cima do limite para a inscrição de jogadores na Euroliga, mas chegou a estar envolta em alguma incerteza, depois de alguém no Barcelona ter divulgado o acordo antes de estar concretizado - segundo a imprensa espanhola, isto não foi do agrado do próprio jogador.

Aos 40 anos, e muitas lesões depois, Gasol já não é o jogador que era e, por isso, vai jogar quase de borla no Barcelona durante os próximos quatro meses - vai receber 68 mil euros durante este período. Mas o dinheiro não é a principal motivação para o regresso de Gasol, que terá recebido o suficiente nas quase duas décadas que passou na NBA.

Sem espaço no basquetebol norte-americano, e sem jogar desde 2019, o gigante espanhol precisava de uma equipa para ganhar ritmo competitivo com o objectivo final de estar com a selecção espanhola, ao lado do irmão mais novo, Marc, nos Jogos Olímpicos de Tóquio no próximo Verão - e tentar, quem sabe, uma medalha de ouro naquela que seria a sua quarta participação olímpica, depois de duas pratas (2008 e 2012) e um bronze (2016).

“Estou muito contente por anunciar que volto a casa. Quero colocar as minhas capacidades e experiência ao serviço do clube num momento-chave da temporada, ao mesmo tempo que vou melhorando em termos físicos e ganhando ritmo competitivo. Estou feliz por voltar ao clube onde comecei e encaro esta oportunidade com muita expectativa”, disse o veterano basquetebolista, numa mensagem divulgada na rede social Twitter.

Gasol saiu do Barcelona, em 2001, como um promissor basquetebolista, mas regressa como uma lenda, provavelmente como o melhor jogador espanhol de todos os tempos. Filho de pais basquetebolistas, Pau começou a jogar na formação do Barça aos 16 anos, chegou à primeira equipa aos 18, conquistando diversos títulos com a selecção espanhola nos escalões de formação, incluindo um título mundial de juniores em 1999, um torneio realizado em Portugal.

Foto
Gasol, um jovem cheio de acne em início de carreira DR

Chegou à NBA em 2001 pela porta dos Memphis Grizzlies, sendo considerado nesse ano o melhor “rookie”. Ficou em Memphis até 2008, mudando-se depois para os Los Angeles Lakers, num negócio que envolveu, entre outros jogadores, os direitos do seu irmão Marc, que iria entrar na NBA nesse ano - tal como Pau, Marc Gasol também se tornaria numa lenda dos Grizzlies e também acabaria por jogar nos Lakers.

Em Los Angeles, ao lado de Kobe Bryant, Gasol conquistou dois títulos de campeão da NBA (2009 e 2010) em seis temporadas em meia, mudando-se depois para os Chicago Bulls como “free agent”, com mais duas épocas produtivas. Depois, os seus números começaram a descer drasticamente nas três épocas seguintes nos San Antonio Spurs e nos Milwaukee Bucks, onde praticamente não jogou.

Ao longo de 18 temporadas na NBA, Gasol conquistou múltiplos títulos e distinções individuais. Para além dos dois campeonatos com os Lakers, foi duas vezes eleito para o segundo melhor “cinco” da NBAe teve seis nomeações para o All-Star Game. E na selecção espanhola, a lista ainda é maior. Para além dos títulos nos escalões jovens e das medalhas olímpicas, Gasol esteve numa grande geração que foi campeã mundial em 2006, ao lado do irmão Marc, de Juan Carlos Navarro, de Garbajosa e de Calderón - uma geração que dominou o basquetebol europeu durante uma década, com três títulos continentais em 2009, 2011 e 2015.