Lisboa 2020 tem 10 milhões euros para criação de emprego e inclusão social

O financiamento permitirá a criação de 258 postos de trabalho e apoiará 81 projectos na região de Lisboa e Vale do Tejo.

Foto
Paulo Pimenta

O programa Lisboa 2020 comunicou esta segunda-feira que irá avançar com apoios para resiliência da economia e criação de emprego, bem como para reforço do sector social. Em comunicado, a organização informou que irá apoiar o programa +CO3SO através de 6,2 milhões de euros, com o intuito de contribuir para a criação de emprego na região. Além disso, avançará com uma bolsa de cerca de 4 milhões para Projectos Inovadores e/ou Experimentais na Área Social (PIEAS). No total, o Programa Operacional Lisboa 2020 distribuirá assim cerca de 10 milhões de euros para ambas as iniciativas.

De acordo com os dados do programa, a contribuição de 6,2 milhões no +CO3SO “permitirá a criação de 258 postos de trabalho, correspondentes a 142 candidaturas aprovadas”.

Em paralelo, o financiamento do Lisboa 2020 para os PIAES possibilitará apoiar “81 projectos vocacionados para a inclusão social, e o combate à pobreza e à descriminação”.

Os projectos e entidades que receberão apoio financeiro contribuem directamente para o Desenvolvimento Local de Base Comunitária (DLBC). A DLBC foi criada em 2015 e desde então constitui-se como uma entidade gestora de fundos europeus, como é o caso do Fundo Social Europeu (FSE) ou do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), no território de Lisboa, aplicando-os nas áreas da educação, emprego e inclusão.

De acordo com a Lisboa 2020, ambas as iniciativas apoiadas são concebidas e implementadas por Grupos de Acção Local, ou seja, “estruturas locais de base cidadã, com profundo conhecimento do contexto económico e social no qual foram constituídas, e tendo em vista o desenvolvimento da economia e a melhoria das condições de vida das populações”

O comunicado reforça ainda que, aos valores financiados pelo Lisboa 2020 (com montantes do Fundo Social Europeu), acrescerá uma quantia igual disponibilizada pela Segurança Social.

O Programa Operacional Lisboa 2020 orienta os seus esforços para projectos que “visam tornar a região de Lisboa mais competitiva na economia global, mais inclusiva no acesso ao mercado de trabalho por parte dos jovens, dos menos qualificados e dos mais desfavorecidos e mais sustentável na utilização de recursos”.

Texto editado por Ana Fernandes