Koji Kombucha: “fogo-de-artifício que não vemos”, mas sentimos

Mariana mantém uma estrutura pequena e controlada (por si) de produção, porque considera que esta é a forma de garantir a “boa energia” desta bebida. E toda a produção é artesanal. ”Não usamos qualquer maquinaria industrial, e orgulhamo-nos disso”.

Foto
"Quero associar optimismo à minha marca", diz Mariana Costa Nuno Ferreira Santos

“Quero associar optimismo à minha marca! A Koji vende uma experiência positiva”, diz-nos Mariana Lacerda Mello e Costa, 44 anos, health e nutritional coach, ao falar do objectivo que teve aquando da criação da sua Koji Kombucha, em 2018, com o intuito de entrar no mercado de bebidas saudáveis artesanais prontas a beber de alta qualidade. Começou a fazer as suas primeiras “em casa”, para si e para a família.