Milhões de pessoas no Texas sem electricidade no meio de temperaturas muito baixas

Pelo menos 31 pessoas morreram nos últimos dias por causa do frio extremo registado no sul dos EUA.

texas,eua,mundo,america,clima,alteracoes-climaticas,
Fotogaleria
O Texas enfrenta uma vaga de frio histórica Reuters/Bronte Wittpenn/Austin American-
texas,eua,mundo,america,clima,alteracoes-climaticas,
Fotogaleria
Voluntários ajudam pessoas que ficaram sem água nas suas casas ADREES LATIF / Reuters
texas,eua,mundo,america,clima,alteracoes-climaticas,
Fotogaleria
Ralph Lauer / EPA
texas,eua,mundo,america,clima,alteracoes-climaticas,
Fotogaleria
Ralph Lauer / EPA
,Onda fria
Fotogaleria
Reuters/Ricardo B. Brazziell/Austin Amer

Milhões de pessoas no Texas, nos EUA, estão a enfrentar um nevão histórico, com temperaturas baixas poucas vezes antes vistas, sem electricidade nas suas casas, nem perspectivas sobre quando será reposta. Pelo menos 31 pessoas morreram por causa do frio extremo.

Muitas casas no segundo estado mais populoso dos EUA estavam sem electricidade há mais de 36 horas, deixando perto de quatro milhões de pessoas sem aquecimento. As autoridades estaduais não deram ainda uma previsão de quando é que o sistema voltará a ser reposto.

Os texanos foram surpreendidos por uma vaga de frio com poucos precedentes históricos, obrigando a um enorme consumo de energia em casas mal equipadas para fazer frente a este tipo de clima. O sistema de distribuição eléctrica num estado conhecido pela produção petrolífera não aguentou a sobrecarga e deixou milhões de pessoas sem electricidade.

Para tentar conter os efeitos do apagão, o governador Greg Abbott deu ordem às empresas fornecedoras de gás natural para suspenderem as exportações pelo menos até domingo, de acordo com a Reuters. “Todas as fontes de energia no Texas foram comprometidas”, afirmou Abbott.

Em Houston, cidade com mais de dois milhões de habitantes, os hotéis, que conseguiram contornar as falhas eléctricas através dos seus geradores, encheram-se de habitantes locais que já não conseguem permanecer em casa sem aquecimento, segundo o jornal Houston Chronicle.

Em muitas casas há canalização destruída por causa da água congelada, comprometendo também o fornecimento de água. “Sei que as pessoas estão zangadas e frustradas. Eu também estou”, disse o mayor de Houston, Sylvester Turner.

Desde que a vaga de frio atingiu o sul dos EUA que pelo menos 31 pessoas morreram devido a causas relacionadas com temperaturas extremas, desde acidentes rodoviários em estradas geladas até congelamentos. Há também casos de pessoas que morreram a procurar alternativas para se aquecer, como uma família em Houston que foi encontrada intoxicada com monóxido de carbono proveniente de um carro a trabalhar na garagem.

A vaga de frio está relacionada com o vórtice polar, um fenómeno atmosférico que consiste num ciclone localizado perto dos dois pólos terrestres, mas que nos últimos anos tem tido efeitos em latitudes mais a sul. A comunidade científica diz que as mudanças no comportamento do vórtice polar estão relacionadas com as alterações climáticas.