As montanhas de Mary Timony

O primeiro disco a solo da guitarrista e vocalista de Helium, Wild Flag e Ex Hex, fez 20 anos. Para assinalar a efeméride, há uma reedição comemorativa com quatro faixas extra.

Foto
Brett Vapnek

Na viragem do milénio, Mary Timony atravessava uma depressão. Os 30 estavam a chegar e os Helium, a banda de Boston a que pertencia e à qual dava a sua voz e a sua ruidosa guitarra, tinham acabado. Passou um Verão inteiro em casa da amiga Christina Files, baterista que teve bandas como Swirlies ou Victory at Sea, passando os sentimentos para canções. Como conta ao Ípsilon por Zoom, “estava cansada de música rock”, daqueles riffs saídos da guitarra que tinham ajudado a popularizar os Helium. “Queria fazer coisas sossegadas”.