Jogos de tabuleiro para alimentar a paixão no Dia dos Namorados

Existem tantos jogos de tabuleiro quanto as relações afectivas e amorosas. Aqui ficam algumas sugestões para o Dia dos Namorados.

Foto
Fog of Love

Em casa, cada vez mais juntos, não podemos deixar de celebrar o amor! Apesar de estarmos confinados, não temos de ficar menos enamorados. Há que continuar a alimentar a chama, mas sem incendiar o ambiente. Precisamos de ver além do ar despenteado, dos pijamas e fatos de treino, que nem sempre são as roupas mais sexy.  

Existem tantos jogos de tabuleiro quanto as relações afectivas e amorosas. Por serem presenciais, por estarmos cara a cara, estes jogos analógicos aproximam-nos fisicamente, e ainda mais emocionalmente. Dos jogos emergem comportamentos, relações, interacções e viagens para lugares imaginados. Neles expressamos a nossa individualidade e desejos, mas também dinâmicas alimentadas pela interacção com os nossos parceiros. São viagens colectivas ao círculo mágico. Parece esoterismo, mas experimentem. Se jogarem um jogo que vos cativa realmente, vão desligar-se do tempo e do espaço, e viajar até aos limites da vossa imaginação, para realidades virtuais nunca experienciadas. Neste momento, estas são as únicas viagens seguras de fazer. 

Então, afinal que opções temos? Imensas, como já disse. Podemos ir directamente para os jogos de adultos, de cariz sexual. No fundo são formas de apimentar preliminares e sequências aleatórias de sexo. Para isso podem optar pelo jogo Duelo na Cama.  

Mas se pretenderem experiências de jogos mais desenvolvidas, jogos que não envolvem interacções tão carnais, mas mais centradas nas restantes emoções, têm o Fog of Love. É um jogo colaborativo em que assumimos os papéis de um casal. Vamos desenvolver as personagens, explorar sentimentos e situações hipotéticas, que nos transportam para o mundo caótico e incerto das relações humanas. Inevitavelmente, vamos falar de nós e dos outros através das personagens que assumimos, ao viajarmos pelo círculo mágico. Vamos equilibrar as vontades individuais com as cedências e ajustes que as relações amorosas exigem, tudo isto através de um jogo de estratégia e dedução. Um jogo fascinante e uma experiência inesquecível. 

No entanto, existem mais opções. Podem experimentar outros temas e abordagens. Podem optar por jogos colaborativos, por exemplo o Pandemic: Legacy. Nele vão colaborar para salvar o mundo de pandemias, enquanto modificam e alteram o vosso jogo. Vão rasgar, adicionar, escrever e colar coisas no vosso exemplar. Vão configurar um objecto único. Esse jogo vai contar a vossa história e experiência a dois, o modo como salvaram a humanidade.  

Existem ainda outras alternativas. Podem optar por jogos competitivos. Há casais para quem isso pode ser importante, a competição não destrutiva apaixona-os. Existem imensos jogos de tabuleiro desses. Àqueles cuja interacção é mais indirecta e construtiva chamamos Eurogames, havendo para todos os temas, níveis de complexidade e duração de jogo. Podem optar por um Agricola em que vão ajudar a vossa família de agricultores a sobreviver, ou pelo Grand Austria Hotel que vos leva a gerir um hotel o melhor possível. Se gostarem de cerveja, podem viajar até as Tabernas do Vale Profundo, onde nunca sabem bem se vão ter cerveja suficiente para servir todos os clientes da noite. Podem ir beber um Café e desenvolver toda a indústria e distribuição associada. Podem perceber que isto, afinal, É um Mundo Maravilhoso, se o conseguirmos optimizar com os projectos certos. Podem sair para apreciar a natureza, um ecossistema de aves de vários continentes em Wingspan. Existem imensos, literalmente milhares destes jogos.  

No entanto, alguns casais anseiam por viver momentos de conflito directo controlado. Nada como uma boa discussão e testar os limites. Para isso podem assumir o papel das duas potências durante a Guerra Fria e lutar pelo domínio mundial em Twilight Struggle. Se entrarem nos jogos de guerra, as opções são igualmente intermináveis.  

Cada relação é única, resultando de pessoas individualmente distintas que produzem um sistema igualmente irrepetível. Também os jogos são sistemas interactivos que alimentam a nossa imaginação. Por isso, basta encontrarem os que forem mais adequados aos vossos perfis, para se apaixonarem a jogar.