“Cerca de cem garrafas” de gás explodiram perto de Sesimbra. Não há registo de vítimas

Foram registadas várias explosões em Sesimbra esta sexta-feira à noite, em Alfarim, provocadas por um incêndio num barracão com um veículo ligeiro e botijas de gás. Até ao momento não se confirmaram vítimas.

Foto
O presidente da Câmara Municipal de Sesimbra, Francisco Jesus, confirmou a explosão nas redes sociais DR

Foram registadas várias explosões em Sesimbra esta sexta-feira à noite, na zona da Roça, entre as aldeias de Aiana e Alfarim​. Ao PÚBLICO o Comando Distrital de Operações de Socorro de Setúbal explica que se trata de “um incêndio num barracão com um veículo ligeiro e algumas garrafas de gás”. “Não há vítimas até agora”, relatam.

Os Bombeiros de Sesimbra, a Protecção Civil e a GNR já se encontram no local. De acordo com o site da Protecção Civil, o alerta foi dado às 23h15, e foram mobilizados, até ao momento, 24 operacionais e 11 viaturas.

O presidente da Câmara de Sesimbra, Francisco Jesus, afirmou à SIC Notícias que estariam “cerca de cem garrafas” de gás no local.

O presidente pronunciou-se nas redes sociais, alertando que foram apontados “apenas danos materiais” e que a origem das explosões foi um “armazém de gás, na zona da Roça (Entre Alfarim e Aiana)”.

Nas redes sociais os moradores da zona relatam um cenário de “brutalidade”.

O vereador da Protecção Civil e Segurança da Câmara Municipal de Sesimbra, Francisco Luís, disse à Agência Lusa que as autoridades vão avaliar as condições do armazém, assim como o apuramento das causas do incêndio e a quem pertence o depósito das botijas de gás.

Notícia actualizada às 9h13 com as declarações do vereador da Protecção Civil e Segurança da Câmara Municipal de Sesimbra.