O caso exemplar do Hospital da Cruz Vermelha

Esta não é só uma história exemplar sobre a colonização estatal de instituições alegadamente independentes. É também um exemplo prático de como são sempre os mesmos nomes, em todo o lado.

A polémica em torno da demissão de Francisco Ramos colocou o Hospital da Cruz Vermelha (HCV) na ordem do dia. Vale a pena olhar para ele, para percebermos a forma como o Estado tudo coloniza, como o Partido Socialista tudo controla (sim, se o PSD estivesse há tanto tempo no governo era igual), e como o poder neste país se exerce sempre em circuito fechado, com base em conhecimentos, amizades e compadrio.