A cláusula do irmão

Federico Ruiz nunca chegou a jogar no Sporting, mas custou aos “leões” 25 mil euros por mês durante três temporadas e está na justiça para receber mais meio milhão.

Foto
Federico e Alan Ruiz assinaram por quatro anos, mas só um deles é que jogou no Sporting DR

Se um jogador for muito desejado e o clube que o quer contratar topa tudo, esse jogador pode pedir tudo o que quiser, incluindo até a contratação do seu irmão, que, por acaso também é futebolista e que estava num clube da quinta divisão. Aquilo que podemos chamar de “cláusula do irmão” é algo que sempre aconteceu no futebol. Para quem a pode pagar, é o preço de manter as suas “estrelas” contentes e com a família por perto, mesmo que esse irmão menos talentoso nunca jogue um minuto que seja. Há muitos casos destes em que os euros a mais valeram a pena, mas há outros em que foi um desperdício total de dinheiro porque o irmão mais talentoso não era assim tão bom como isso.