A Criatura lança plataforma digital para assinalar chegada do novo disco Bem Bonda

No mês do lançamento do seu novo disco, Bem Bonda, a Criatura (uma banda que prefere intitular-se “bando”) inaugura a sua própria plataforma digital para comunicar com o público.

Foto

É uma tendência que começa a ser seguida em Portugal por alguns grupos, e de que a plataforma dos Gift será o exemplo mais sofisticado e também mais recente. O colectivo de músicos agrupados sob o nome de Criatura lança esta sexta-feira a sua própria plataforma digital chamada Bando, onde “se pretende criar uma relação mais próxima e real entre banda e público”.

Uma plataforma onde, ainda no dizer dos seus organizadores, “serão constantemente carregados novos conteúdos de áudio, vídeo e imagem exclusivos da Criatura, como haverá descontos para as futuras edições físicas, merchandising ou bilhetes de concertos.” Mas pretendem ir mais além: “Virá ainda a ter um fórum, entre outras surpresas ou sugestões que possam ser feitas por quem faz parte do ‘Bando’.” Para entrar no “Bando” será necessário aceder através de bembonda.pt.

Bando e não banda, porque acham esse nome mais adequado. Aurora, o seu primeiro álbum, foi lançado em 2016 após um percurso que juntou músicos e outros criadores que se conheceram e agregaram durante uma residência artística em Serpa, no Musibéria. O segundo disco, Bem Bonda, é lançado este mês de Fevereiro na sequência de outra residência artística, desta vez na Beira Baixa, na Serra da Estrela. Chegará às plataformas digitais de streaming e bandcamp no dia 19 de Fevereiro, mas estará já disponível para quem se associar à plataforma exclusiva agora lançada.

Foto

Na sua formação actual, a Criatura é constituída por dez músicos: Acácio Barbosa (guitarra portuguesa), Alexandre Bernardo (bandolim, guitarra acústica, cavaquinho), Cláudio Gomes (trompete), Edgar Valente (voz, piano, teclados e adufe), Fábio Cantinho (bateria), Gil Dionísio (voz e violino), Iúri Oliveira (percussões e Mbira), João Aguiar (guitarra eléctrica), Paulo Lourenço (baixo eléctrico) e Ricardo Coelho (gaita de foles, flauta transversal, ocarina e palheta). O disco Bem Bonda, gravado entre Março 2019 e Outubro de 2020 nos estúdios Namouche, Haus e Camaleão, conta ainda com a participação especial de um músico que já fez parte do grupo, Yaw Tembe (trompete), e também do Coro dos Anjos (do bairro dos Anjos, em Lisboa).