Ciclovia avança na Av. de Berna com fim do estacionamento automóvel

Obra arranca este mês, assim como intervenções na Alameda das Linhas de Torres e na Av. Almirante Reis. Para breve estão previstos trabalhos na Av. da Índia.

Foto
Nuno Ferreira Santos

Vai avançar em Fevereiro a criação de novas ciclovias na Av. de Berna e na Alameda das Linhas de Torres e a alteração da ciclovia na Av. Almirante Reis, em Lisboa.

No caso da Av. Berna e da Alameda das Linhas de Torres, trata-se de duas intervenções que deviam ter sido concluídas até Setembro do ano passado, de acordo com o cronograma divulgado pela Câmara de Lisboa. O plano para a mobilidade pós-covid, anunciado por Fernando Medina em Junho, está com atrasos, mas a autarquia quer concluí-lo até ao fim do primeiro trimestre.

O projecto para a Av. de Berna foi divulgado esta quinta-feira no site da câmara. Prevê-se uma ciclovia unidireccional em cada lado, a supressão de uma via para automóveis em parte da avenida, o reforço e segregação da via bus e a eliminação de todos os lugares de estacionamento. Resumindo: entre a Praça de Espanha e a Av. da República, a Av. de Berna terá três vias de trânsito, uma das quais para transportes públicos.

As duas pistas para bicicletas vão ser criadas entre o passeio e o corredor bus, o que vai implicar o fim do estacionamento automóvel entre o cruzamento da Rua Marquês Sá da Bandeira e da Rua da Beneficiência até à Av. da República. Nos documentos disponibilizados pela câmara não é dito quantos lugares estão em causa. Recentemente, quase toda a freguesia das Avenidas Novas passou a ser uma zona tarifária vermelha, mas a Av. de Berna já o era antes disso.

À semelhança do que já acontece noutras ruas da cidade, em alguns pontos da ciclovia vão existir zonas de embarque em autocarros, uma vez que os transportes públicos não vão poder aproximar-se dos passeios. A sinalização prevista para as vias bus é igual à que já existe na Av. Duque d’Ávila ou na Av. Infante D. Henrique, por exemplo.

Foto
Simulação de como ficará a Avenida de Berna depois da intervenção DR

“Será feito o rebaixamento do passeio em diversos pontos de modo a melhorar as condições de acessibilidade ao longo do eixo para pessoas de mobilidade condicionada” e “os lugares para cargas e descargas e tomada e largada de passageiros existentes são transferidos para as ruas adjacentes à Avenida de Berna”, informa a câmara no site.

Para as próximas semanas está também marcada a criação de uma ciclovia na Alameda das Linhas de Torres. Neste caso será bidireccional, ligando o Campo Grande ao Lumiar no sentido descendente, implicando a supressão de uma via para trânsito automóvel e de uma parte do estacionamento.

É igualmente este mês que arrancam os trabalhos de alteração da pista ciclável na Av. Almirante Reis, que o PÚBLICO já noticiou. Em Janeiro, na assembleia municipal, voltaram a ficar patentes as diferenças de opinião entre vários grupos de cidadão, partidos e executivo municipal sobre a estratégia para as bicicletas na cidade.

Neste momento estão a ser criadas ciclovias na Av. Marechal Gomes da Costa e na Rua Conde de Almoster. Brevemente será retomada a obra na Av. da Índia.

Esta quinta-feira, o vereador da Mobilidade anunciou à TSF que o fundo de apoio à aquisição de bicicletas vai ter uma segunda edição a partir das próximas semanas. No ano passado, a câmara disponibilizou três milhões para comparticipar a compra de velocípedes e, segundo Miguel Gaspar, foram atribuídos 3300 apoios. Para além de bicicletas, disse o vereador, a autarquia vai também financiar a compra de acessórios e a reparação de bicicletas usadas.

Notícia corrigida: Uma versão anterior do artigo continha uma informação errada sobre os dísticos de estacionamento para residentes, que foi retirada.