Covid-19: mais de metade dos 20 milhões de habitantes de Nova Deli podem ter sido infectados

Estudo do Governo da Índia divulgado nesta terça-feira diz que o país pode estar à beira da imunidade de grupo. Na capital, foram detectados anticorpos em 56,13% da população.

Foto
Foram detectados anticorpos em 56,13% da população da capital indiana EPA

Mais da metade dos 20 milhões de habitantes de Nova Deli podem ter sido infectados com o coronavírus, de acordo com uma pesquisa sorológica do Governo cujas conclusões foram ao encontro de pesquisas do sector privado.

A Índia notificou 10,8 milhões de infecções por covid-19. Mas a pesquisa divulgada nesta terça-feira, com base em cerca de 28 mil amostras, sugere que o número verdadeiro de infecções na sua população de 1,35 mil milhões de pessoas é dramaticamente mais alto e aproxima-se dos níveis de imunidade do grupo.

“Na quinta pesquisa sorológica feita na capital nacional de Deli, foram detectados anticorpos em 56,13% da população da cidade”, disse o ministro da Saúde, Satyendar Jain, após a publicação do relatório.

Testes separados feitos em mais de 700 mil pessoas em toda a Índia pela Thyrocare Technologies mostraram que 55% da população pode já ter sido infectada, disse à Reuters na semana passada o chefe da empresa de análises.

A Organização Mundial da Saúde diz que pelo menos 60% a 70% da população precisa ter imunidade para quebrar a cadeia de transmissão, embora as autoridades indianas tenham dito que um nível mais baixo também pode retardar a disseminação do vírus.

Jain disse que Nova Deli venceu em grande parte a covid, e que os casos diários e mortes na Índia caíram para o mínimo de oito meses na terça-feira. No geral, registou 154.486 mortes, o que põe o país com uma taxa de mortalidade relativamente baixa.

Um dos factores que explicam esta situação é a idade média no país ser baixa, dizem os médicos especialistas. Dois estados ricos com populações relativamente mais velhas - Kerala com 3459 casos e Maharashtra com 1948 - têm neste momento 70% das novas infecções.

A Índia já vacinou quase quatro milhões de pessoas desde meados de Janeiro, quando arrancou a maior campanha de imunização do mundo - como lhe chamou o Governo -, que visa inocular mais de 300 milhões de pessoas até Agosto.