Paris vai ter um Grand Palais efémero até aos Jogos Olímpicos de 2024

Edifício construído para a Exposição Universal de 1900 vai entrar em obras. O arquitecto Jean-Michel Wilmotte é o autor do projecto da nova estrutura, que, até ao Outono de 2024, irá acolher os grandes eventos que anualmente se realizam no Grand Palais, e que, depois de desmontada, poderá ser usada noutros lugares.

modalidades,culturaipsilon,jogos-olimpicos,arquitectura,turismo,franca,
Fotogaleria
O "Grand Palais Efémero" vai funcionar até ao Outono de 2024 Atelier Jean-Michel Wilmotte & Associados
modalidades,culturaipsilon,jogos-olimpicos,arquitectura,turismo,franca,
Fotogaleria
O “Grand Palais Efémero” é uma estrutura modular em madeira de abeto e fibra de vidro Atelier Jean-Michel Wilmotte & Associados

O Grand Palais, que com o seu “irmão” júnior, o Petit Palais, marca a paisagem do centro de Paris desde a Exposição Universal de 1900, vai entrar em obras de restauro e renovação neste mês de Fevereiro, com a promessa de reabrir em 2024 para acolher algumas das modalidades dos Jogos Olímpicos que nesse ano terão lugar na capital francesa. Até lá, vai ser substituído por uma espécie de “clone” amovível, o Grand Palais efémero, que se encontra em fase final de instalação no passeio do Campo de Marte, no alinhamento da Torre Eiffel com a Escola Militar.

Sugerir correcção
Comentar