China deixa de reconhecer passaportes britânicos de cidadãos de Hong Kong

Decisão foi anunciada depois de o Governo britânico ter agendado para domingo a entrada em vigor do novo sistema de vistos para os residentes da ex-colónia. Calcula-se que mais de 300 mil pessoas possam emigrar para o Reino Unido nos próximos cinco anos.

Foto
Calcula-se que cerca de 3 milhões de cidadãos de Hong Kong tenham o passaporte BN(O) ROMAN PILIPEY/EPA

Reino Unido e República Popular da China passaram esta sexta-feira das palavras aos actos, oficializando propostas e ameaças sobre a situação dos cidadãos de Hong Kong portadores de passaportes emitidos antes da transferência de soberania da antiga colónia britânica para a órbita chinesa, em 1997, e contribuindo, dessa forma, para a escalada crescente da tensão entre os dois países, fortemente influenciada pelas trocas de acusações por causa da imposição da nova lei de segurança nacional no território administrativo.