PSP apanha clientes de restaurante escondidos dentro de túnel de escoamento de água

Polícia detectou um restaurante a funcionar à porta fechada, em Camarate, tendo os clientes fugido para dentro de um túnel de escoamento de água. O túnel estava inundado e os infractores tiveram de ser salvos.

Foto
PSP divulgou imagem do túnel onde os clientes do restaurante, que funcionava de forma ilegal, se esconderam PSP

A PSP de Loures apanhou, durante o último fim-de-semana, várias pessoas a violar o dever de confinamento geral. Os agentes acabaram com uma festa ilegal num barracão na Pontinha, em Odivelas, e também detectaram um restaurante a funcionar à porta fechada, em Camarate, em Loures, tendo os clientes fugido para dentro de um túnel de escoamento de água.

No sábado, pelas 14h30, os agentes da Divisão Policial de Loures aperceberam-se que um estabelecimento pertencente a um grupo recreativo se encontrava a funcionar como restaurante.

O estabelecimento estava com as portas fechadas, mas era audível várias pessoas a dialogar no seu interior e, apesar das várias tentativas de contacto com o proprietário do espaço, bem como com os clientes, não foi possível chegar à fala com os mesmos.

Surpreendidos pelos agentes, os clientes começaram a fugir pelas traseiras do estabelecimento em direcção um túnel de escoamento de água, de extensão considerável, não sendo possível visualizar a sua extensão para além dos dez metros, tanto pela inexistência de luz, como pelas curvas do túnel.

A saída do túnel localizava-se a cerca de 50 metros de distância, indo desaguar num ribeiro que, por sua vez, desagua no rio Trancão.

Tendo em conta que não era possível apurar a localização dos infractores, os agentes tentaram falar com os mesmos, mas não obtiveram resposta.

Como havia uma forte corrente de água a entrar no túnel, a PSP decidiu accionar os Bombeiros Voluntários de Camarate, a fim de procederem ao resgate dos infractores.

Enquanto os bombeiros não chegavam, por suspeita de que os infractores pudessem estar em perigo, dois polícias entraram no túnel, mantendo-se no exterior o restante dispositivo policial. 

Os infractores foram encontrados no interior do túnel, bastante molhados, e saíram sem oferecer qualquer resistência, mas recusando auxílio médico por parte dos bombeiros.

Depois de resgatados, os infractores foram identificados e autuados.

Festa em barracão

Noutro caso, pelas 3h de domingo, na Pontinha, Odivelas, a PSP terminou com um ajuntamento/festa, identificou e autuou todos os infractores, no âmbito do estado de emergência.

Durante uma fiscalização, os polícias verificaram que cerca de 50 jovens estavam a participar numa festa no interior de um barracão.

Os agentes intervieram, sem qualquer incidente, e os infractores seguiram de imediato para as suas residências para efeitos de cumprimento do dever geral de recolhimento domiciliário, segundo o mesmo comunicado.