Cristiano Ronaldo e Georgina voltam a furar confinamento para escapadela romântica

O craque português quis surpreender a namorada espanhola no dia do seu aniversário. Mas quem acabou por ser surpreendido foi ele com um vídeo a circular nas redes sociais que mostra o casal a quebrar as regras do confinamento.

funchal,futebol,cristiano-ronaldo,instagram,madeira,italia,
Fotogaleria
Cristiano Ronaldo e Georgina Rodriguez nos Globe Soccer Awards (Dubai, Emirados Árabes Unidos, 27 de Dezembro de 2020) REUTERS/Christopher Pike
funchal,futebol,cristiano-ronaldo,instagram,madeira,italia,
Fotogaleria
A celebração em família DR

Era suposto ser um segredo guardado a sete chaves e nas contas das redes sociais, tanto de Cristiano Ronaldo como de Georgina Rodriguez, tudo indicava que o casal estaria a comemorar os 27 anos da espanhola dentro de quatro paredes em Turim. Só que, no mesmo dia, um guia turístico, que liderou um passeio em motas de neve, filmou os dois em pleno Vale de Aosta, nos Alpes italianos. O vídeo foi rapidamente apagado, mas o mal já estava feito: foi visto por milhares e copiado, sendo agora replicado noutras contas e em notícia na imprensa italiana. E, o que num qualquer outro ano derreteria corações dos fãs do futebolista, as vozes críticas não se fizeram esperar.

Até porque, sabe-se agora, o vídeo de um jantar romântico, à luz de velas e aromatizado por perfume de pétalas de rosas, que constou numa publicação de Georgina Rodriguez, não se realizou em casa dos dois, como se insinuava, mas num hotel a muitos quilómetros de distância que estaria supostamente fechado ao público.

A viagem de Cristiano Ronaldo e Georgina Rodriguez representa uma violação grave das regras do confinamento que vigoram em Itália, uma vez que tanto Turim como a estância de esqui que os acolheu, Courmayeur, se encontrarem na zona laranja, ou seja, na área onde as deslocações estão proibidas.

Foto

Desde o último sábado, que há 14 regiões do país classificadas na faixa laranja da pandemia de covid-19, a segunda mais restritiva: Lombardia, Sardenha, Calábria, Emília-Romanha​, Véneto, Abruzzo, Friul-Veneza Júlia, Lácio​, Ligúria, Marcas, Piemonte (região de Turim, onde o casal reside), Apúlia​, Úmbria e Vale de Aosta (onde foi passar o dia).

Na zona laranja, as entradas ou saídas só podem ocorrer se motivados por trabalho, situações de necessidade ou por motivos de saúde, sendo que o seu incumprimento “será punível com sanção penal, de acordo com o Artigo 650 do Código Penal”.

No mesmo dia em que o casal se divertia sobre o manto branco dos Alpes, o país identificou 15.191 novos casos e 467 óbitos. E esta não é a primeira vez que Cristiano Ronaldo e Georgina Rodriguez revelam desprezo pelas regras de contenção do surto de covid-19, que, em Itália, já foi responsável pela morte de 86.889 pessoas. Em Março do ano passado, durante o período em que o jogador da Juventus esteve em quarentena obrigatória na Madeira, após colegas seus da equipa terem tido resultados positivos nos testes à covid-19, Georgina manteve as saídas, tendo sido vista às compras nas ruas do Funchal.

O internacional português viria a contrair covid-19 em Outubro, não tendo a doença manifestado quaisquer sintomas, depois de ter sido notificado por desrespeito ao confinamento italiano para marcar presença no jogo que opôs a Selecção Nacional à Espanha, num jogo simbólico que assinalou a candidatura dos dois países para partilharem a organização do Mundial de 2030.