Presidenciais. Uma tempestade política e as "tempestadezinhas" que aí vêm

Manuel Carvalho, director do PÚBLICO, Ana Sá Lopes, directora-adjunta do jornal, e Sónia Sapage, editora de Política, analisam a noite eleitoral e as suas repercussões no panorama político nacional.

Sem surpresa, Marcelo Rebelo de Sousa foi reeleito Presidente da República, com 60,70%, e conseguiu mesmo subir significativamente, em cerca de oito pontos percentuais, a percentagem de votos com que foi eleito para o primeiro mandato em 2016, quando obteve 52%. Ana Gomes atingiu o seu propósito, ficar em segundo lugar, ainda que apenas com 12,97%, e apenas com uma diferença de 1% à frente de André Ventura.

Veja aqui mais notícias e opiniões sobre as eleições presidenciais.

Sugerir correcção