Pedro Varela: “Portugal ainda é um país de produtores e não de criadores”

O realizador e argumentista de Esperança defende que o país precisa de quem se dedique à escrita para televisão de forma profissional.

Foto
A escrita, defende, tem sido o parente mais pobre de um novo caminho que se está a querer traçar

É guionista, realizador de cinema, televisão e publicidade, foi autor de séries como Os Filhos do Rock e A Filha da Lei, e é o autor do argumento e realizador de Esperança, a nova série da OPTO SIC. Acredita que o futuro passa pelas plataformas de streaming e que há lugar para a produção portuguesa crescer.