Pobre Joyce

Biden citou James Joyce e houve quem folgasse com isso. Foi pena ter citado mal. Dá um tom de superficialismo e de falsidade às coisas.

Foi tão grande o alívio de ver a mancha laranja pelas costas - e tutta la sua famiglia - e tão subido o prazer de poder espreitar o Capitólio desimpedido de labregos fascistóides a roçar os nós dos dedos pelo chão, que até eu me senti entupir um bocadinho com a figura do novo Presidente dos EUA, Joe Biden.