Covid-19: carrinha com 152 frascos da vacina despista-se na A2. Maioria está em bom estado

Autoridades estão a avaliar estado do medicamento, mas adiantam que 82 frascos podem ser utilizados. Acidente provocou ferido ligeiro.

Foto
Condutor da carrinha sofreu ferimentos ligeiros Adriano Miranda /Arquivo

Uma carrinha que transportava vacinas contra a covid-19 despistou-se, na manhã desta quarta-feira, ao quilómetro 60 da A2, sentido norte-sul, entre Marateca e Alcácer do Sal. A informação do acidente foi confirmada ao PÚBLICO por fonte oficial da GNR. Do acidente, que não envolveu outras viaturas, resultou apenas um ferido ligeiro, o condutor do veículo que transportava as vacinas.

O Ministério da Saúde adiantou em comunicado que as vacinas estão a ser “avaliadas por uma equipa farmacêutica”, em articulação com o Infarmed, para garantir que ainda podem ser utilizadas na imunização contra a covid-19. Em informação veiculada na noite desta quarta-feira, o Infarmed informou que 82 frascos não sofreram danos, com dois a terem ficado inutilizados no acidente. Faltam ainda avaliar 68 frascos, que permanecem sob observação. 

Esta carrinha transportava 152 frascos da vacina produzida pela Pfizer, equivalente a pelo menos 760 doses – cinco por frasco. Já foi enviado um novo carregamento de vacinas para suprir as necessidades de vacinação que estes frascos iriam preencher. 

Esta carrinha tinha saído de Coimbra, onde são armazenadas as doses que Portugal recebe ao abrigo de um protocolo entre a Comissão Europeia e as fabricantes, com destino ao concelho de Ourique, no distrito de Beja.

Notícia actualizada às 21h18: acrescentada primeira avaliação das entidades de saúde às vacinas envolvidas no acidente