E à incompetência chamaram “festa da democracia”

Chamar ao espectáculo indigno das aglomerações de domingo “festa da democracia” tem uma única consequência: aumentar o número dos que querem acabar com ela.

Tenho muito cristãmente evitado fazer críticas àquilo que tem sido a gestão da pandemia por parte do Governo. Qualquer um de nós reconhece que a luta é dura e complexa e que há uma dimensão de imprevisibilidade no combate à covid-19, porque ninguém domina a psicologia das massas e porque é necessário, num país com recursos financeiros limitados, procurar manter algum equilíbrio na frente económica.