Biden nomeia primeira mulher transgénero para cargo no Governo dos EUA

Nomeação de Rachel Levine para vice-secretária da Saúde tem que ser confirmada pelo senado. Presidente eleito diz que é “uma escolha histórica”, destacando o papel da médica no combate à covid-19 na Pensilvânia.

Foto
Combate à pandemia de covid-19 é uma das prioridades de Joe Biden Reuters/KEVIN LAMARQUE

O Presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, escolheu Rachel Levine para vice-secretária da Saúde, uma escolha histórica uma vez que será a primeira pessoa transgénero a ser submetida à aprovação do Senado para um cargo no Governo norte-americano.

Rachel Levine, de 64 anos, é pediatra e chefia a secretaria de Saúde na Pensilvânia, tendo a seu cargo a resposta daquele estado à pandemia de covid-19. É uma das poucas pessoas assumidamente transgénero em cargos de liderança no país.

“A doutora Rachel Levine vai trazer a liderança firme e a experiência essencial de que precisamos para ajudar as pessoas a superarem esta pandemia – não importa o seu código postal, raça, religião, orientação sexual ou identidade de género”, afirmou Joe Biden em comunicado.

“É uma escolha histórica e profundamente qualificada para ajudar nos esforços da nossa Administração na Saúde”, acrescentou o Presidente eleito.

No mesmo comunicado, Biden diz que a escolha de Rachel Levine para a Secretaria de Saúde estadual, cargo para o qual foi nomeada pelo governador Tom Wolf, do Partido Democrata, em 2017, foi aprovada pelo Senado da Pensilvânia, controlado pelo Partido Republicano, antevendo que a nomeação da médica seja também aprovada pela câmara alta do Congresso dos Estados Unidos.

Rachel Levine vai integrar o Departamento da Saúde, que será chefiado por Xavier Becerra, cuja nomeação também terá de ser confirmada pelo Senado. A confirmar-se, Becerra será o primeiro latino a chefiar a secretaria da Saúde nos Estados Unidos.

“O Presidente eleito Joe Biden disse ao longo da sua campanha que a sua Administração representaria a América. Hoje, ele deixou claro que as pessoas transgénero são uma parte importante do nosso país”, afirmou ao The Washington Post Mara Keisling, directora executiva do Centro Nacional para a Igualdade Transgénero.

De realçar que Joe Biden escolheu Pete Buttigieg como secretário dos Transportes, e, a confirmar-se a nomeação no Senado, o antigo adversário do Presidente eleito nas primárias tornar-se-á no primeiro homossexual a chefiar um dos grandes ministérios do governo norte-americano. Após vencer as eleições, Biden nomeou ainda a militar veterana transexual, Shawn Skelly, para a sua equipa de transição na área da Defesa.

Rachel Levine tem sido o rosto do combate à covid-19 no estado da Pensilvânia, uma tarefa que vai assumir agora a nível nacional, juntamente com Becerra e com Jeff Zients, o ex-conselheiro de Barack Obama que foi escolhido por Biden para coordenar a resposta à pandemia.

Acelerar o processo de vacinação e introduzir a obrigatoriedade de máscara nos edifícios federais, autocarros, comboios e aviões são algumas das medidas que Joe Biden tenciona implementar no seu primeiro dia na Casa Branca, a que se junta a pressão que vai exercer junto do Congresso para a aprovação de um pacote de ajuda financeira no valor de 1,9 biliões de dólares.