Sp. Braga avança tranquilamente para os “quartos” da Taça

Carlos Carvalhal aproveitou para rodar inúmeros jogadores menos utilizados e ainda golear um Torreense simpático e totalmente inofensivo.

Foto
Galeno fez mais uma assistência para golo, no primeiro de Abel Ruiz LUSA/HUGO DELGADO

O Sp. Braga eliminou esta quarta-feira, o Torreense, que goleou (5-0), avançando tranquilamente para os quartos-de-final da Taça de Portugal, onde defrontará o Santa Clara, dentro de duas semanas, em Braga. Rolando (24'), Abel Ruiz (28’ e 61'), Ricardo Esgaio (51') e o jovem Vítor Oliveira (90+3’ g.p.), da equipa B, foram os autores dos golos dos bracarenses.

Carlos Carvalhal optou por um “onze” alternativo, aproveitando para rodar inúmeros jogadores menos utilizados, contando ainda com o regressado Castro (após ter estado infectado com covid-19).

Alterações que não tiveram o mínimo impacto na prestação dos “arsenalistas”, que, sem quaisquer dificuldades, ultrapassaram um Torreense condenado praticamente à partida, sem réstia de esperança, demasiado previsível e que a partir do 2-0 se entregou a uma sentença que esperou não ser demasiado pesada. 

Rolando (24') e Abel Ruiz (28') elevaram a fasquia, permitindo a Carlos Carvalhal uma gestão ainda mais profunda, com a saída de Galeno. Na segunda parte, a história não foi muito diferente, com Esgaio (51') a vincar a superioridade dos minhotos, que poderia ter ficado expressa em números ainda menos simpáticos para o adversário do Campeonato de Portugal. Abel Ruiz bisou (61') e o jovem estreante Vítor Oliveria (da equipa B), de penálti (90+3') fecharam as contas.