Os EUA gastam mais de 900 mil dólares por execução

Quase 300 pessoas são desviadas das suas funções habituais para fazer cumprir a pena de morte na prisão de Terre Haute, no estado do Indiana.

Foto
Complexo Correccional Federal de Terre Haute, no estado do Indiana BRYAN WOOLSTON/Reuters

Quando o Tio Sam decide matar alguém, o assunto é complexo e dispendioso. Depois de uma interrupção de 17 anos na aplicação federal da pena de morte, dez presos foram executados por injecção letal na ostentação da segunda metade de 2020. A partir desta terça-feira começa a última série de três execuções desta farra de penas capitais da Administração Trump.