Um em cada seis municípios tem risco extremo de contágio por covid-19

São agora 57 os concelhos com o nível máximo de incidência por 100 mil habitantes. Número mais do que duplicou face aos dados da passada semana.

Um em cada seis municípios portugueses tem “risco extremamente elevado” de contágio por covid-19, o nível máximo decretado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS) de modo a decidir em que locais se devem impor as restrições mais pesadas. São agora 57 concelhos com uma taxa de incidência igual ou superior a 960 casos por 100 mil habitantes, mais do dobro do que passada semana — quando estavam 25 concelhos nesta categoria.

Os dados da incidência a 14 dias foram apresentados no boletim epidemiológico da DGS desta segunda-feira. Tal como na passada semana, o concelho de Mourão, no distrito de Évora, volta a ser o local com maior incidência do país, desta vez com 3347 casos por cada cem mil habitantes.

De seguida surge Meda, no distrito da Guarda, também com mais de três mil casos (3074) por cada cem mil habitantes. A fechar a lista dos cinco concelhos com maior taxa de incidência juntam-se Fornos de Algodres (Guarda) com 2496 casos, Miranda do Douro (Bragança), com 2489 infecções, e, por último, Mora (Évora), com 2368 casos por cada 100 mil habitantes.

Subiram à categoria de “risco extremamente elevado” 35 novos municípios, sendo que Meda, o segundo concelho com maior taxa de incidência, “apenas” tinha 283 casos por 100 mil habitantes, muito abaixo dos 2489 actuais. O distrito da Guarda tem mais sete municípios nesta categoria de risco do que na semana passada, enquanto o distrito de Viseu regista mais quatro concelhos com risco extremo.

No lado oposto do espectro, foram apenas três os concelhos a conseguir deixar a lista de risco extremo na última semana. Alfândega da Fé (Bragança), Marvão (Portalegre) e Valpaços (Vila Real) foram os únicos a escapar da lista de restrições mais pesadas.

Há ainda sete concelhos com o nível mais baixo de risco definido pela DGS, todos localizados nos arquipélagos. Deste número, os Açores concentram seis: Corvo, Lajes das Flores, Lajes do Pico, Santa Cruz da Graciosa, Santa Cruz das Flores e São Roque do Pico. Por sua vez, a ilha da Madeira tem Porto Santo nesta categoria de baixo risco. Estes sete concelhos têm uma taxa de incidência de zero casos por 100 mil habitantes.

O índice de transmissibilidade do vírus – designado por R(t) – encontra-se actualmente nos 1,17, o valor mais alto desde meados de Outubro. O país tem como objectivo manter este indicador abaixo de 1, algo que foi conseguido entre o dia 20 de Novembro e 26 de Dezembro. Desde essa data, com o aumento do número de casos diários, o índice de transmissibilidade subiu até aos 1,2, reduzindo nos últimos dois os actuais 1,17. 

Esta segunda-feira, registou-se novo máximo diário de óbitos por covid-19, com 122 óbitos e 5604 novos casos de infecção pelo novo coronavírus reportados pelas autoridades de saúde no domingo.