CADIn, 18 anos ao serviço da inclusão do indivíduo

Entendemos o processo de diagnóstico cada vez mais afastado da “rotulagem” por síndromes e cada vez mais orientado para a compreensão da expressão sintomática individual integrada no contexto familiar, escolar e social de cada um.

Foto
Olga Strelnikova/Getty Images

Comemorou-se no dia 6 de janeiro o 18.º aniversário do CADIn. Foi, na altura da sua fundação, uma resposta única e inovadora no campo do desenvolvimento infantil que marcou fortemente o panorama da saúde infantil nesta área. Serviu de fonte inspiradora para a criação de variados centros de desenvolvimento no país, e foi instrumental na divulgação e sensibilização da sociedade para vários assuntos ligados com problemas e patologias ainda então pouco reconhecidos por todos.

Após um ano de pandemia que afetou, e afetará, de forma marcante a sociedade, entramos na maioridade animados de um espírito de renovação e relançamento das nossas atividades.

Começamos 2021 com um conjunto de ideias que pretende prosseguir inovando no caminho traçado na Visão do CADIn, relembrando o trabalho de todos os que iniciaram este projeto de criar um centro de diagnóstico e intervenção nas perturbações do neurodesenvolvimento acessível a todos.

A moderna perspetiva do desenvolvimento orienta-se para a identificação dos pontos fortes e dos fatores de resiliência no indivíduo e família, a procura do bem-estar, da real inclusão, em detrimento da mera “correção ortopédica do defeito”.

Assim, a ligação estreita entre desenvolvimento e saúde mental, que caracteriza os modelos modernos de serviços que se dedicam ao atendimento a crianças e jovens nesta área, está, também, mais presente no nosso modo de atuar.

Entendemos o processo de diagnóstico cada vez mais afastado da “rotulagem” por síndromes e cada vez mais orientado para a compreensão da expressão sintomática individual integrada no contexto familiar, escolar e social de cada um.

Pretendemos alargar a oferta de serviços, quer em termos de modalidades, quer em termos de áreas a abranger.

Daremos continuidade à modalidade de consultas à distância, cuja pertinência a pandemia veio reforçar e cuja utilidade a prática tem demonstrado. Para assegurar que as videoconsultas se realizam em condições técnicas adequadas, renovamos o parque informático, bem como as ligações de rede à internet.

Com o entendimento de que o desenvolvimento é um processo contínuo, com necessidades particulares em diferentes momentos da vida, iremos reforçar as valências de atendimento para todo o ciclo de vida. Vamos valorizar a intervenção precoce, nomeadamente através de atividades de preparação para o parto e consultas de vigilância pediátrica que permitirão um atendimento mais completo a todas as necessidades da população. No extremo oposto da vida, iniciaremos também a curto prazo a oferta de consultas de gerontopsiquiatria.

Reforçando a ideia expressa na missão do CADIn, que mantemos inalterada, de “promover a integração na sociedade de crianças, jovens e adultos com perturbações do neurodesenvolvimento”, daremos particular importância ao nosso papel de intervenção social na comunidade, de forma a podermos ajudar a criar ambientes saudáveis, promotores de desenvolvimento, de saúde mental e de resiliência. A nossa ação de “advocacy” a favor dos ideais da intervenção precoce e da inclusão do indivíduo na sociedade revestir-se-á de novas formas. Um exemplo disso é a nossa presença nas redes sociais, que tem sido reforçada, com conteúdos relevantes sobre os temas que nos são caros.

Entendemos a investigação e a formação da nossa equipa técnica como um fator muito importante de atualização contínua de conhecimentos e procedimentos. Mas queremos que a comunidade de profissionais que se articula connosco possa também beneficiar destes momentos em que vamos encontrando uma linguagem comum. Estamos já a desenvolver a formação interna, indo abri-la a partir de janeiro a todos os interessados, através do acesso à plataforma Zoom em que decorrem estas sessões.

Procuraremos sempre que o trabalho das equipas das unidades CADIn mantenha a qualidade e excelência que tem merecido o justo reconhecimento da população que servimos.