Roubaram 350 mil euros em vinho de Borgonha. Perseguidos, atiraram as garrafas à polícia

Um verdadeiro “filme” com polícias e ladrões e muito vinho. Aconteceu na Borgonha, a um luxuoso hotel e restaurante no campo. O maior crime foi o roubo, mas o desperdício também foi criminoso... Para desgraça, foi o segundo assalto ao local esta semana.

lyon,vinhos,fugas,crime,franca,
Fotogaleria
A adega do hotel numa imagem de divulgação Domaine de Rymska
lyon,vinhos,fugas,crime,franca,
Fotogaleria
A adega do hotel numa imagem de divulgação Domaine de Rymska
lyon,vinhos,fugas,crime,franca,
Fotogaleria
A adega do hotel numa imagem de divulgação Domaine de Rymska
lyon,vinhos,fugas,crime,franca,
Fotogaleria
O hotel numa imagem de divulgação Domaine de Rymska

Foi um “bando de malfeitores que fez uma razia à cave do Domaine de Rymska”, um hotel de luxo que integra a exclusivíssima associação Relais & Châteaux e está localizado em Saint-Jean-de-Trézy, na Borgonha, no distrito francês de Saône-et-Loire. Resultado do saque: 350 mil euros em vinho, incluindo garrafas que só por si valeriam muitas centenas ou mesmo milhares cada.

O bando terá chegado numa carrinha de madrugada nesta terça-feira, conta o local Le Journal de Saône-et-Loire. Rebentaram a porta e roubaram todos os vinhos de primeira que conseguiram — sendo um hotel que é, é fácil imaginar como será (ou era...) a adega (quem quiser espiar a carte des vins do Domaine está aqui e tem só umas 700 referências em 33 páginas).

Em seguida, escaparam-se a alta velocidade porque, pelo meio, activaram o alarme que despertou o proprietário. Este e a polícia lançaram-se em perseguição dos malfeitores e o resto, entre muitos estragos, parece uma cena de filme.

Foto
Uma imagem de divulgação do hotel Domaine de Rymska

A fuga prolongou-se por muitos quilómetros, quase até Lyon. Para atacarem os perseguidores, os ladrões usaram o que tinham mais à mão: as garrafas de vinhos da Borgonha. Sem grandes resultados em matéria de incomodar os agentes, mas com muito vidro partido e muita gente agora a lamentar tanto litro de bom vinho desperdiçado. Parte positiva: não usaram balas.

O veículo do bando acabaria por chocar com uma barreira na portagem, levando os homens a fugir a pé, deixando para trás todo o vinho que sobreviveu aos arremessos.

A polícia está a investigar o furto e continua em busca dos ladrões.

Foto
O hotel numa imagem de divulgação Domaine de Rymska

Segundo o jornal, o caso ainda parece mais insólito porque na madrugada de segunda-feira, o hotel Domaine de Rymska já tinha sido alvo de outro assalto igual. Terão sido roubados 200 mil euros de garrafas. No caso, sem que ninguém tivesse dado pelos ladrões. Não se sabe se foram os mesmos que voltaram no dia seguinte. Mas já diz o provérbio: o ladrão volta sempre ao local do crime.