2020, um ano para a História (e II)

2021 só não confirmará todos estes maus augúrios se fecharmos o sinistro parênteses que abrimos em 2020.

3. A pandemia da pobreza e da fome