Caso do procurador: há uma “responsabilidade objectiva grave” do Governo, diz Poiares Maduro

PSD diz que a situação é “de extrema gravidade”, CDS fala em “fraude” e “amiguismo”. Ambos exigem explicações da ministra da Justiça. Ministério da Justiça responde com currículo do procurador.

Foto
Miguel Poiares Maduro insurge-se contra a falta de transparência no processo de selecção para a Procuradoria Europeia Nuno Ferreira Santos

O antigo ministro do PSD Miguel Poiares Maduro considera que “há uma responsabilidade objectiva grave do Governo” ao ter enviado uma carta ao Conselho da União Europeia, durante o processo de selecção para a Procuradoria Europeia, que contém informações “incorrectas” sobre o currículo do magistrado José Guerra. O nome foi defendido pela ministra da Justiça como a melhor escolha para ser procurador europeu, contrariando o parecer de um júri internacional que apontava para a procuradora Ana Carla Almeida. O Ministério da Justiça respondeu, entretanto, no Twitter, divulgando o currículo do procurador.