Os estrangeiros que não queremos

De tudo o que já sabemos sobre a morte de Ihor Homeniuk quando estava sob custódia do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, no Aeroporto de Lisboa, devemos tirar as seguintes conclusões que não têm nada de surpreendente para quem leu relatórios, reportagens e livros sobre o modo como se procede na Europa em relação aos estrangeiros apanhados a entrar em situação irregular: