RTP alarga debates e garante frente-a-frente entre “Tino de Rans” e restantes candidatos

A grelha original de debates televisivos incluía apenas seis dos sete candidatos que deverão ver a sua candidatura viabilizada pelo Tribunal Constitucional. A exclusão de Vitorino Silva, que em 2016 arrecadou 152 mil votos, desagradou aos restantes candidatos. SIC e TVI não planeiam alterar a grelha, mas RTP assume esse compromisso.

Foto
Em 2016, Vitorino Silva conquistou 152 mil votos e ficou a uns escassos 30 mil votos do candidato apoiado pelo PCP LUSA/JOSÉ SENA GOULÃO

A RTP está disponível para alargar a sua grelha de debates televisivos de forma a incluir o candidato Vitorino Silva em debates frente-a-frente com os restantes seis candidatos, depois de o presidente do partido Reagir, Incluir, Reciclar (RIR) ter sido deixado de fora dos 15 debates originalmente agendados. O compromisso é assumido pelo director de informação da RTP, António José Teixeira, em resposta ao PÚBLICO. A decisão, que deverá ser conhecida esta terça-feira, aumentará o número de debates de 15 para 21, uma vez que a entrada de Vitorino Silva acrescentará mais seis debates frente-a-frente aos já previstos.