Vender ou deixar morrer elefantes devido à falta de água na África Austral

O aquecimento global deixou milhares de elefantes sem água ou alimentos na África Austral, o que tem levado os governos da região a tomarem medidas, por vezes polémicas - matam-nos ou vendem-nos -, para mitigar os conflitos entre elefantes e humanos.

Foto
Cerca de 400 elefantes morreram este ano no Botswana e no Zimbabwe devido a uma bactéria encontrada na água EPA

As alterações climáticas têm vindo a agravar a seca prolongada na África Austral, deixando não só milhões de pessoas em risco de fome, como também levando à morte de milhares de animais de espécies em vias de extinção, um desequilibro no ecossistema com graves consequências não só para seres humanos como também para animais.