No gin Cobalto, quer-se beber a cor do Douro

É em Tabuaço que se produz o que foi o primeiro gin “do” Douro: ao rio foi buscar o nome seguindo Miguel Torga, aos socalcos, as uvas. Um gin com “dupla personalidade”.

Foto
Ana Marques Maia

São os residentes mais vistosos e os mais recentes: uma garrafa cheia de líquido azul-profundo, outra de dourado-intenso. The Wizard Blue e The Wizard Gold são os novos feiticeiros da destilaria Cobalto Douro e são mesmo “mágicos”: o primeiro, torna-se violeta quando combinado com água tónica (ou limão); o segundo transforma-se em rosa no mesmo processo.

Sugerir correcção
Comentar