Covid-19: mais 57 mortes e o aumento de casos mais baixo em dois meses. Internamentos disparam

Foram identificados mais 2099 casos no domingo, o registo mais baixo desde 20 de Outubro. Boletim dá conta de 3158 doentes internados, mais 131 do que no dia anterior – a maior subida em mais de um mês.

Foto
A taxa de letalidade global da covid-19 está agora em 1,65%, subindo para 10,3% no caso de doentes com 70 ou mais anos Rui Oliveira

Portugal registou no domingo mais 57 mortes por covid-19 e 2099 novas infecções pelo novo coronavírus. O número de vítimas mortais sobe assim para 6191 e o total de infectados ascende a 376.220 desde o início da pandemia.

Os números reportados no boletim epidemiológico desta segunda-feira da Direcção-Geral da Saúde (DGS), que apresenta os dados respeitantes ao dia completo de domingo, indicam o número mais baixo de óbitos desde 14 de Novembro, em se registaram 55 mortes, e o menor número de novas infecções identificadas desde 20 de Outubro, quando foram detectados mais 1876 casos.

Por outro lado, até às 23h59 de domingo, o número de hospitalizações subiu para um total de 3158, com mais 131 em 24 horas: a maior subida deste indicador desde 15 de Novembro. Há também mais 19 pessoas internadas em unidades de cuidados intensivos, para um total de 502.

O relatório dá conta de mais 2370 pessoas recuperadas, aumentando o total de recuperações para 299.603. Excluindo estes casos e os óbitos, há 70.426 casos activos em Portugal, menos 328 do que no dia anterior.

As regiões Norte (858 novos casos e 28 mortes) e de Lisboa e Vale do Tejo (711 casos e 17 mortes) somam cerca de 75% dos novos casos notificados no boletim desta segunda-feira e 79% das mortes, sendo as mais afectadas pela pandemia: na região Norte contabilizam-se 2926 vítimas mortais em 194.910 casos desde o início da pandemia, seguida de Lisboa e Vale do Tejo com 2130 mortes e 121.435 casos.

A taxa de letalidade global da doença está agora em 1,65%, subindo para 10,3% no caso de doentes com 70 ou mais anos. Neste grupo etário encontram-se perto de 88% das vítimas mortais (5443 das 6191 mortes).

Foram ainda registadas mais seis mortes na região Centro, que conta também mais 352 casos (total de 872 mortes e 41.243 casos), mais cinco mortes e 105 casos no Alentejo (169 óbitos e 9173 infectados) e uma morte e 16 casos na Madeira (nove vítimas mortais e 2155 casos). Ainda foram identificados mais 34 casos no Algarve (6623 infecções, 64 mortes) e 23 nos Açores (1581 casos, 21 mortes).