O ano em que Putin começou a ver fugir o império

Nos últimos meses, Putin assistiu ao estalar de crises em várias frentes na sua vizinhança. Há um decréscimo da influência russa sobre os países mais próximos, ainda que o Kremlin continue relevante.

Foto
Vladimir Putin, Presidente da Rússia Reuters

Enquanto a pandemia do vírus SARS-CoV-2 fazia da Rússia um dos epicentros globais da doença, com 2,8 milhões de casos de infecção, obrigando até o Presidente Vladimir Putin, de 68 anos, a manter-se em clausura durante os últimos meses, a sua vizinhança passou por momentos de grande instabilidade.