A família al-Kurd é uma das vítimas da luta pela propriedade em Jerusalém Oriental

Tribunais têm vindo a decidir a favor de grupos de colonos em processos judiciais. UE diz que há 77 famílias palestinianas em risco de expulsão forçada.

Foto
Nabil al-Kurd, de 76 anos, a falar com um vizinho junto à sua casa em Jerusalém Oriental AMMAR AWAD/Reuters

Jerusalém está no coração do conflito israelo-palestiniano e no coração da zona oriental da cidade, que os palestinianos reclamam para capital de um futuro Estado, há uma batalha pela propriedade. De modo lento, mas seguro, e com base em documentos antigos, associações de colonos judeus têm vindo a pôr processos em tribunal invocando que são os donos de propriedades, conseguindo expulsar famílias que vivem no local há décadas, em bairros como Sheikh Jarrah.