Empate indigesto para United e City no derby de Manchester

Após um jogo sem brilho em Old Trafford, “red devils” e “citizens” não passaram do zero e podem ficar mais longe da liderança da Premier League.

Foto
LUSA/Phil Noble / POOL

O derby de Manchester entre United e City terminou sem golos, num jogo monótono e de bancadas vazias, longe do último encontro entre os dois emblemas em Março, também o derradeiro com enchente de público.

A pandemia da covid-19 tirou os espectadores dos estádios e o regresso gradual, com a permissão até 2.000 espectadores em outros 10 estádios da Liga inglesa, não abrange ainda a área de Manchester.

No “teatro dos sonhos”, como é conhecido Old Trafford, Bruno Fernandes foi, naturalmente, titular no conjunto da casa, enquanto no City entraram no 11 João Cancelo e Rúben Dias, enquanto Bernardo Silva foi suplente não utilizado.

Foi um dérbi pouco espectacular e redutor em lances de perigo, com as duas equipas a terem em todo o jogo apenas dois remates enquadrados com as balizas, sendo esta apenas a segunda vez desde 2010 que não houve golos entre os dois emblemas.

O resultado de hoje deixa o United em sétimo lugar, a quatro pontos do líder Tottenham, de José Mourinho, que no domingo joga em casa do Cristal Palace, enquanto o City é oitavo a cinco pontos.

Entre os “spurs” e as duas equipas de Manchester a classificação ordena Liverpool, com os mesmos 24 pontos do Tottenham, Chelsea, Leicester, West Ham e Southampton.

O jogo de hoje também confirmou a tendência do United em Old Trafford esta época, com apenas três golos marcados em seis jogos, e dois dos quais de grande penalidade, convertidas por Bruno Fernandes.