BE pede demissão de Cabrita: quem não mudou o SEF até agora não tem capacidade para o fazer no futuro

Pedro Filipe Soares manda recado a Marcelo: “Para quem tem dúvidas, o que se passa no SEF é um problema sistémico.” E critica vitimização do ministro.

Foto
LUSA/JOSÉ SENA GOULÃO

Apesar de o Governo ter decidido nesta quinta-feira indemnizar a família de Ihor Homenyuk que morreu no centro do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) do aeroporto de Lisboa em Março e de o ministro da Administração Interna ter considerado o caso “absolutamente inaceitável”, o Bloco de Esquerda defende que Eduardo Cabrita deve deixar o cargo. “Este ministro da Administração Interna não tem capacidade para continuar com a tutela do SEF nem garantir, num futuro próximo, as alterações de que o serviço precisa para que se cumpram as garantias do Estado de direito em Portugal”, apontou o líder parlamentar bloquista em declarações aos jornalistas no Parlamento. Uma ideia que antes fora apontada pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, em declarações aos jornalistas em Belém.