Líderes europeus confirmam acordo para a aprovação do pacote de resposta à crise

Chefes de Estado e governo subscrevem declaração política que responde às preocupações levantadas pela Hungria e Polónia. Orbán e Morawiecki deixam cair o veto. Plano A para relançar a economia europeia segue dentro de momentos.

pglobal,cimeira-europeia,mundo,uniao-europeia,europa,conselho-europeu,
Fotogaleria
Isolados, Orbán e Morawiecki acabaram por ceder EPA
pglobal,cimeira-europeia,mundo,uniao-europeia,europa,conselho-europeu,
Fotogaleria
Ambiente de festa em Bruxelas OLIVIER MATTHYS / POOL

Sem drama nem confronto, mas também sem grande fanfarra, o que não deixa de ser surpreendente tendo em conta tudo o que se passou nas últimas semanas, os 27 chefes de Estado e governo da União Europeia desfizeram o impasse e confirmaram, esta quinta-feira, o seu acordo para a adopção do pacote global de 1,8 biliões de euros para o relançamento e a transformação da economia europeia na sequência da crise provocada pela pandemia de coronavírus.