Pinóquio e a Abelha Maia voam para Gaia: são as estrelas de futuros parques temáticos

A abelha vai esvoçar pelo Candal, o Pinóquio vai meter o nariz no Jardim Soares dos Reis. Mas vêm aí mais: Gaia vai ter pequenos parques dedicados à Bela Adormecida, Tom Sawyer, Peter Pan ou Heidi.

Foto
Maia em Gaia: vai viver no Jardim Capitão Leitão DR

A câmara de Vila Nova de Gaia vai lançar o concurso para a construção de dois parques infantis, um dedicado à Abelha Maia a localizar no Candal, e outro ao Pinóquio, no Jardim Soares dos Reis, Mafamude.

A proposta foi aprovada em reunião de câmara na segunda-feira e os dois parques deverão integrar uma rede de 12: depois destes dois “heróis” da literatura e animação infanto-juvenil, seguem-se outras figuras de culto para várias gerações.

Foto
Imagem do jardim Soares dos Reis em projecto DR

“São 12 parques com vários temas: a Bela Adormecida, a Abelha Maia, o Pinóquio, Tom Sawyer, a Heidi (...) e poderiam perguntar “porque não o Mickey ou outras figuras?”. A escolha dos bonequinhos está muito cingida a não pagarmos balúrdios de direitos de autor”, comentou o presidente da câmara de Vila Nova de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, citado pela Lusa.

A rede de parques será distribuída pelas várias freguesias. “Permite-nos um percurso de parques temáticos no concelho, criar uma atracção e requalificar espaços que necessitam”, disse Vítor Rodrigues.

Foto
Imagem do projecto para o jardim com a Abelha Maia DR

Online, a autarquia já tinha adiantado detalhes em vídeos sobre o projecto, com Pinóquio e a Abelha Maia como estrelas na estreia. Pinóquio no Jardim Soares dos Reis (Mafamude e Vilar do Paraíso), a abelha no Jardim Capitão Leitão (Santa Marinha e São Pedro da Afurada).

O investimento nos dois parques temáticos, cuja rede foi anunciada em Janeiro de 2019, ronda os 635 mil euros, de acordo com a proposta aprovada pela maioria socialista, com os votos contra do PSD.

A oposição social-democrata discordou de detalhes do projecto. O PSD diz "nada ter a opor à criação da rede de rede de parques temáticos”, considerando que no Candal “o jardim teria de ser requalificado e o parque pode acrescentar alguma coisa”, mas já no que diz respeito ao Jardim Soares dos Reis manifestou reservas. “Vai descaracterizar a ligação forte de Soares dos Reis a Gaia. Defendemos a colocação destes parques nas freguesias. Este em concreto desvalorizará no local o que pretendemos valorizar. Não nos parece adequado colocar um parque temático desta natureza ali”, disse o vereador social-democrata Cancela Moura.

Já o presidente da autarquia defendeu o projecto indicando que “a zona do Pinóquio não fica na parte mais emblemática do jardim, a que está mais relacionada coma homenagem a Soares dos Reis. O jardim, conforme o conhecemos, vai manter a sua estrutura icónica, acrescentando-se um parque e também um circuito canino”. 

Sugerir correcção
Comentar