Lagos volta a entrar no mapa do GC32 Racing Tour

A cidade algarvia vai receber no final de Junho uma das etapas do circuito de catamarãs de alto desempenho.

Foto
Jesús Renedo/GC32 Racing Tour

A organização do GC32 Racing Tour, uma das regatas mais prestigiadas a nível internacional, anunciou nesta quarta-feira o calendário da competição aprovada pela World Sailing e, mais uma vez, a baía de Lagos volta a estar no mapa da prova. Para além da etapa algarvia, que vai decorrer entre 30 de Junho e 4 de Julho, o GC32 Racing Tour vai passar por França e Itália. O campo de regatas da Grande Final, agendada para Outubro ou Novembro, ainda está por designar.

Em 2018 e 2019 as condições naturais oferecidas por Lagos para a prática da vela com foils merecerem elogios unânimes de organizadores e velejadores, alguns deles nomes grandes da vela mundial, por isso, sem surpresa, a cidade algarvia voltou a ser uma das prioridades na elaboração do calendário do GC32 Racing Tour.

Depois da época este ano ter sido cancelada, o circuito dos catamarãs de alto desempenho 2021 contará em 2021 com cinco eventos, sendo que um deles servirá para atribuir o título mundial.

A temporada começa com o regresso da prova a França (Port Camargue, nos arredores de Montpellier, entre 21 e 25 de Abril), seguindo depois para uma das “mecas” da vela de foils: Riva del Garda recebe os catamarãs no último fim-de-semana de Maio.

Segue-se Lagos, no final de Junho, e nova etapa italiana, em Villasimius, no extremo sudeste da Sardenha, entre 15 e 19 de Setembro, onde será atribuído o título mundial. O palco da grande final e última etapa do GC32 Racing Tour 2021 será anunciado nas próximas semanas.

Para Hugo Pereira, presidente da Câmara Municipal de Lagos, o regresso dos GC32 à cidade “é uma boa notícia”. “Nesta altura, ao mesmo tempo em que procuramos minorar os danos da pandemia junto da nossa população e garantir que o tecido económico local não seja muito afectado, precisamos de lançar iniciativas que permitam, na maneira do possível, regressar à normalidade, promovendo o nosso destino e acolhendo quem nos visita, de forma ímpar”, explica o autarca.

Hugo Pereira realça ainda que “a família GC32 deixou sempre uma marca muito positiva” em Lagos, estando, por isso, certo “que, uma vez mais, Lagos e a organização do evento farão com que todos se sintam em casa.”