Amaro da Costa: Um “democrata-cristão convicto” com uma “alegria contagiante”

Fundador do CDS morreu aos 37 anos na queda do avião em que seguia com Sá Carneiro.

Foto
DR

Em seis anos, Adelino Amaro da Costa fundou o CDS, foi seu dirigente, deputado, líder parlamentar e ministro. Morreu aos 37 anos na sequência da queda do avião em que seguia o então primeiro-ministro do PSD Francisco Sá Carneiro. José Ribeiro e Castro, antigo líder do CDS, recorda-o como um “democrata-cristão convicto” e como um amigo que transpirava uma “alegria contagiante”.