Voos organizados pelo Estado português para facilitar viagens da Venezuela

Mais de um milhar de portugueses retidos na Venezuela viajaram para Portugal em voos organizados pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros. Esta terça-feira chegam mais duas centenas a Lisboa.

Foto
Reuters/Rafael Marchante

Traz perto de 260 passageiros, a maioria portugueses, e chega esta terça-feira (1 de Dezembro) a Lisboa, vindo de Caracas. É o sexto voo de “facilitação”, como os responsáveis consulares e as autoridades madeirenses gostam de chamar, entre a Venezuela e Portugal. Mas a verdade é que com o espaço aéreo venezuelano fechado desde 15 de Março, devido à pandemia de covid-19, estes voos promovidos pelo Estado português, através do consulado-geral em Caracas, assumem um carácter quase humanitário para a comunidade portuguesa radicada na Venezuela. E, não raras vezes, são.